quinta-feira, 30 de junho de 2011

Homenagem ao Aluno Ricardo César. Saudades de todos do CPM.

"Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só."
 AMIGOS
 

Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.
                                                                   Paulo Coelho


 


domingo, 19 de junho de 2011

Colegio Da Policia Militar de Petrolina - Festa de São joão


Origem da Festa Junina 
Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.
De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).
 Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.  
Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.  
Festas Juninas no Nordeste 
Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.
Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas. 



Comidas típicas 
 
Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos.
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais. 
Tradições 
As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam.
No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.
Já na região Sudeste são tradicionais a realização de quermesses. Estas festas populares são realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse.
 


Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.


quinta-feira, 16 de junho de 2011

Terra em Fúria - Vulcão no Chile provoca raios vermelhos no céu

Coluna de nuvens das cinzas estendeu-se até a Patagônia, na Argentina, onde voos foram cancelados

 

A erupção de um vulcão no sul do Chile no fim de semana provocou imagens impressionantes de raios vermelhos no céu.
O fenômeno obrigou 3,5 mil pessoas a deixarem a região de Caulle Cordon, no sul do Chile.
Uma colúna de cinzas de dez quilômetros de altura e cinco de largura se formou ao redor do vulcão Puyehue.
A nuvem avançou para a Patagônia argentina, que fica a 900 quilômetros de distância, provocando o cancelamento de alguns voos.
As autoridades chilenas decretaram alerta máximo nas regiões próximas ao vulcão
Localização Geografica



Aeroportos feichados

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Hoje tem Eclipse Lunar Total!

Nesta quarta-feira, Sol, Terra e Lua estarão alinhados, e nosso satélite passará pela sombra da Terra projetada no Espaço. Veja esquema abaixo:

Teoricamente, a Lua deveria “desaparecer” do nosso céu quando entrar no cone de sombra (“umbra”). Contudo, a atmosfera terrestre acaba realizando o papel de uma grande lente, desviando alguns raios solares em direção ao cone de sombra. São estes raios solares que, incidindo na superfície lunar, dão ao nosso satélite uma coloração avermelhada. Na imagem abaixo é possível perceber a mudança de tonalidade da Lua durante um eclipse lunar total.
Crédito : Fred Espenak - www.mreclipse.com
 
O eclipse de hoje terá início por volta das 16:22. Infelizmente, a Lua não estará visível para nós neste horário. Ela irá “nascer” no horizonte leste por volta das 17:45, já totalmente eclipsada e com uma coloração avermelhada. Poderemos acompanhar a fase total do eclipse até as 18:02, quando a Lua começará a sair do cone de sombra da Terra e, pouco a pouco, voltará a ser iluminada diretamente pelo Sol. Esta transição se finalizará por volta das 19:02.
Para acompanhar este fenômeno, o GEDAL (Grupo de Estudo e Divulgação de Astronomia de Londrina) e o Observatório Astronômico do Museu de Ciência e Tecnologia de Londrina – UEL realizarão uma sessão de observação astronômica com diversos telescópios, a partir das 17:30, no estacionamento do Restaurante universitário, no campus da UEL.
Além da Lua, será possível observar o planeta Saturno e seu belo sistema de anéis, como na imagem abaixo.

Crédito: John Blomquist

SÃO JOÃO DO COLEGIO DA POLICIA MILITAR



 

segunda-feira, 13 de junho de 2011

ESCOLA MUNICIPAL LUIZ RODRIGUES DE ARAÚJO - CUMINÂNÇIA PROJETO DENGUE

CUMINÂNÇIA PROJETO DENGUE
 
GALERA DA 4° FASE A
 
4° FASE C
 
 
 
 
 
 
 
 
A palavra dengue tem origem espahola e quer dizer "melindre", "manha". O nome faz referência ao estado de moleza e prostração em que fica a pessoa contaminada pelo arbovírus. A infecção pelo vírus, transmitida pela picada do mosquito , uma espécie hematófaga originária da Africa que chegou ao continente americano na época da colonização. Não há transmissão pelo contato de um doente ou suas secreções com uma pessoa sadia, nem fontes de água ou alimentos.
 

É este um problema que cresce bastante nesta época do ano em todo o país, principalmente após as chuvas, em Itororó não é diferente, o número de casos de dengue esta elevadissimo e por este motivo a nossa equipe recolheu algumas maneiras de evitar esse mosquito que transmite o vírus, salientando que além de ser um trabalho do Poder Público é também um trabalho individual, aonde é necessário que cada um faça a sua parte.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propicios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerante, pneus velhos, vasinhos de plantas  jarros de flores, garrafas caixas d'água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

  • Mantenha a caixa d'água sempre fechada com tampa adequada
  • Remova folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de corre pelas calhas
  • Não deixe a água de chuva acumulada sobre a laje.

  • Lave semanalmente com escvova e sabão os tanques utilizados para armazenar água.
  • Mantenha bem tampados tonéis e barris d'água.

  • Encha de areia até a borda os pratinhos de vasos de plantas.

  • Garde garrafas sempre de cabeça para baixo.

  • Coloque o lixo em saco plásticos e mantenha a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios. 

A dengue é tratada como algo serio, pois a mesma pode levar a morte. É preciso a prevenção desta doença e com foi citado acima, com pequenas atitudes pode evitar esse mosquito transmissor do vírus.

Transformae - Colégio Estadual Dona Guiomar Barreto Meira

Com arte e cultura, virada educacional movimenta escolas estaduais “Tomando Partido Pela Es...