sexta-feira, 23 de maio de 2014

Conheça 7 dos avistamentos de OVNIs mais famosos da História!!


Não é de hoje que pessoas de todo o mundo afirmam ter avistado objetos voadores bem estranhos nos céus, e a verdade é que a possibilidade de que não estejamos sozinhos neste Universo infinito sempre fascinou a humanidade. Obviamente, registrar a passagem dessas espaçonaves supostamente alienígenas seria a prova que todos estavam esperando sobre a existência de civilizações avançadas em outros planetas.

Se você fizer uma simples pesquisa na internet, vai encontrar notícias publicadas quase diariamente sobre esses supostos avistamentos; no entanto, existem alguns que acabaram entrando para a História. Reunimos a seguir sete dos mais famosos deles, e convidamos vocês a comentar o que acham deles:


1 – O episódio de Washington



Ocorrido em 1952 na capital norte-americana, sete objetos voadores não identificados foram detectados primeiro através de radares. As supostas espaçonaves foram vistas durante finais de semana consecutivos na cidade e inclusive foram fotografadas diversas vezes. De acordo com os relatos, os objetos apresentavam uma formação bem atípica e despertaram rumores sobre uma iminente invasão.

Mais tarde, a Força Aérea norte-americana explicou que o fenômeno havia sido provocado por uma inversão térmica, na qual uma camada de ar quente e úmido cobriu uma camada de ar frio e seco que se encontrava mais próxima do solo, fazendo com que os sinais dos radares fossem desviados e realizassem leituras bizarras. Achou a explicação convincente?


2 – Perseguição aérea em São Paulo



Em 1986, cerca de 20 OVNIs foram detectados por radares sobre a cidade de São Paulo, provocando uma mobilização militar que resultou no envio de cinco jatos para interceptar os objetos. No entanto, as supostas espaçonaves desaparecem rapidamente — tanto da vista dos pilotos como dos radares —, deixando muita gente perplexa sobre o que estava acontecendo.

A explicação encontrada para a “invasão” foi dada pelo pesquisador britânico Geoffrey Perry, que acredita que os objetos não passavam de escombros da estação espacial russa Salyut-7, que reentraram a atmosfera terrestre sobre a região centro-oeste do Brasil. São Paulo fica em qual região mesmo? Hmm...


3 – Visitas na Bélgica



Os famosos avistamentos na Bélgica duraram vários meses — de novembro de 1989 a abril de 1990 —, e mais de 140 relatos foram registrados apenas durante a primeira aparição! Os objetos foram detectados por radar pela Força Aérea belga e foram descritos como enormes triângulos negros equipados com luzes brilhantes que mudavam frequentemente de cor.

Embora as próprias autoridades belgas não tenham conseguido chegar a uma conclusão sobre o caso até hoje, Renaud Leclet, um conhecido ufólogo francês, acredita que as supostas espaçonaves fossem helicópteros.


4 – A Batalha de Los Angeles



Esse episódio já foi comentado aqui no Mega Curioso, em uma matéria sobre alguns eventos misteriosos que ocorreram durante a Segunda Guerra Mundial. Tudo aconteceu em 1942, quando um objeto não identificado foi avistado sobrevoando Hollywood. Acontece que o ataque a Pearl Harbor havia ocorrido apenas alguns meses antes, e os norte-americanos estavam em um compreensível estado de apreensão.

Acreditando se tratar de mais um ataque japonês, os militares decidiram iluminar o céu com canhões de luz, que acabaram sendo confundidos com mais invasores ainda. Uma bateria antiaérea foi disparada, e o “enfrentamento” — que durou vários dias — ficou conhecido como A Batalha de Los Angeles.

Contudo, nenhuma nave inimiga foi abatida, e os nipônicos negaram veementemente ter enviado caças para aquela área. A versão oficial é de que o objeto não identificado não passava de um balão meteorológico, mas o fato de que os enfrentamentos tenham durado vários dias contra esse inimigo inofensivo sempre deixou uma grande dúvida no ar.


5 – Turismo alienígena em Londres


Outro avistamento famoso — do qual existem inúmeros registros em vídeo no YouTube — foi o que ocorreu em Londres em 2011. Como você pode ver nas imagens acima, diversos objetos circulares foram vistos voando próximo à Torre de Londres, um importante e muito visitado ponto turístico da capital inglesa.

Apesar da existência de diferentes vídeos e dos relatos de incontáveis testemunhas, os especialistas garantem que os objetos filmados — luzes brilhantes de aspecto circular — são os mais fáceis de reproduzir, portanto as aparições na capital inglesa foram consideradas como mais uma farsa.

6 – Turquia

Os avistamentos na Turquia ocorreram durante vários meses em 2008, e os vídeos disponíveis são considerados por muitos entusiastas como as mais importantes imagens de um OVNI de todos os tempos. O objeto foi visto próximo à capital do país, Ankara, e quem capturou as imagens foi um guarda do Complexo Yenikent, embora inúmeras testemunhas confirmem ter presenciado as aparições.

Embora um importante centro de pesquisas em ufologia tenha atestado a veracidade do material, cientistas turcos acreditam que os filmes não passam de animações criadas por computador. O que você acha?


7 – Roswell



Provavelmente o mais famoso evento envolvendo OVNIs de todos os tempos, o episódio de Roswell, no Novo México, ocorreu em 1947, e até hoje milhares de pessoas visitam a área. Segundo os relatos, um disco voador caiu em um rancho da região, e inúmeros soldados de uma base militar localizada na cidade foram vistos recolhendo todos os vestígios da queda.

Os primeiros relatórios chegaram a confirmar o que foi divulgado pela mídia, porém, mais tarde, as autoridades negaram que os destroços minuciosamente reunidos fossem de uma espaçonave. A versão oficial é a de que o objeto não passava de um equipamento de vigilância utilizado em operações secretas, mas a explicação não colou, e até hoje se acredita que o material coletado — e mantido em segredo pelo governo — era de origem extraterrestre.


Fonte: Smashing Lists The Telegraph LiveScience Fox News Switched

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Exposição da História das Plantas e Povos no Centro de Cultura João Gilberto - Juazeiro - Ba.


Agricultura é a união de técnicas aplicadas no solo para o cultivo de vegetais destinados à alimentação humana e animal, produção de matérias-primas e ornamentação. A agricultura é uma atividade produtiva de grande importância para o homem, pois é a partir dela que temos o nosso sustento. Existem três fatores ligados à produção agrícola: o físico, como o solo e o clima; o fator humano, que corresponde à mão de obra em seu desenvolvimento; e o fator econômico, que se refere ao valor da terra e o nível de tecnologias aplicadas na produção.


Dentre os fatores naturais, sem dúvida, o clima é o que exerce maior influência no desenvolvimento da agricultura. Caso a chuva atrase, por exemplo, a lavoura fica comprometida; se chover excessivamente, a mesma também será prejudicada.


Outro elemento natural indispensável para a agricultura é o solo. Esse é um recurso mineral renovável essencial para os vegetais, uma vez que é nele que a planta se desenvolve e retira nutriente e água para a germinação, crescimento e produção de frutos.

O fator humano está ligado diretamente com a força de trabalho empregada no plantio, nos cuidados e na colheita. Desta forma, é possível verificar o tipo de mão de obra aplicada, a quantidade, a qualificação e também as relações de trabalho estabelecidas entre o empregado e o empregador, as quais são determinadas pelo nível tecnológico inserido na produção. Assim, quanto mais mecanizada e desenvolvida for a propriedade, menor será a necessidade de mão de obra. A seguir, as duas principais vertentes da agricultura: primitiva ou de subsistência e comercial ou monocultora.

• Agricultura de subsistência: tem a finalidade de fornecer alimento e matéria-prima para os trabalhadores que estão envolvidos na produção e gerar uma produção excedente para ser comercializada no mercado local.

• Agricultura comercial: é destinada à exportação ou mesmo ao mercado interno, na qual se usa grandes extensões de terra com aplicação de tecnologias que alcançam elevados índices de produtividade.

No campo existem duas formas de trabalho e remuneração:

• Na primeira, o trabalho desempenhado não gera um salário fixo, o trabalhador recebe um lugar para morar e também o direito de plantar na propriedade de terceiros. Da colheita, o trabalhador recebe um percentual, ficando o restante com o dono da propriedade rural.
• Na segunda, existe o pagamento de salário, essa relação de trabalho pode ser temporária ou não. Essas práticas variam de acordo com o nível de desenvolvimento da região.

Os recursos financeiros aplicados na produção agrícola são de suma importância para o modelo de agricultura que se pretende desenvolver. Em áreas onde a agricultura é praticada de maneira comercial ocorre a utilização de insumos agrícolas (fertilizantes, agrotóxicos e maquinários), elementos que favorecem o aumento significativo da produção, sem que haja a necessidade de se empregar muita mão de obra. Na agricultura de subsistência, a quantidade de trabalhadores é elevada, pois não há máquinas para a realização do trabalho, a produtividade é baixa diante da quase inexistência de tecnologias inseridas no sistema produtivo.


Esses fatores provocam uma grande disparidade, pois as grandes propriedades rurais destinam suas produções para o mercado externo e para as indústrias, o que faz com que o abastecimento interno fique prejudicado.


quarta-feira, 7 de maio de 2014

NASA registra foto de misteriosa luz em Marte

Pode haver vida em Marte, mas espere: de onde vem essa luz? Um fragmento inexplicável de luz em uma foto do Curiosity, da NASA, está intrigando muita gente.
NASA registra foto de misteriosa luz em Marte
A luz estranha, vista em uma foto tirada pela câmera do lado direito do robô em uma nova área de estudo conhecida como Kimberley, não aparece nas fotos da câmera do lado esquerdo, o que sugere que a “luz” é na verdade é resultado de dados perdidos. Um especialista em imagens do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA diz que o efeito pode ter sido causado por um golpe de raios cósmicos.
Embora a agência espacial não tenha emitido qualquer declaração sobre o fenômeno, blogueiros e observadores da NASA entraram na conversa sobre o que é visto na foto, que foi enviada ao longo de milhões de quilômetros de espaço antes de ser vista pelo Laboratório de Propulsão a Jato, em Pasadena, Califórnia.


Leia mais em http://www.misteriosdomundo.org/nasa-registra-foto-de-misteriosa-luz-em-marte#ixzz314DcAKyQ

Os belos lagos salinos de Sivash

A península da Crimeia fica entre o Mar Negro e o Mar de Azov, ao sul do continente ucraniano, e é quase completamente cercada por água. Ela é conectada com o continente ucraniano pelo Istmo de Perekop – uma faixa de terra de cerca de 5 a 7 km de largura, e é separada da região russa de Kuban pelo estreito de Kerch. Para o Nordeste, está localizado o Arabat Spit, uma estreita faixa de terra que separa um sistema de lagoas de água salgada rasas nomeadas Sivash.
sivash-salt-lagoons[3]
Estas lagoas quase cortam a península da Crimeia para fora do continente, e servem como uma fronteira natural entre a República Autônoma da Crimeira e do Kherson Oblast, que passam por Sivash. Ao norte, o Istmo de Perekop separa Sivash do Mar Negro, e, ao mesmo tempo, liga a península da Crimeia ao continente.
As lagoas de Sivash são extremamente superficiais, com uma profundidade de 50 cm a 1 metro. O lugar mais profundo possui apenas 3 metros. O fundo é coberto com lama de até 5 metros de espessura. Como as lagoas são rasas, as águas cheias de algas, provenientes do Mar de Azov, que entram em Sivash, evaporam rapidamente no verão, produzindo um cheiro horrível, dando ao lago o nome de “Mar Apodrecido”. Mais de 200 milhões de toneladas de sal (estima-se) compõem o Sivash. A colheita do sal, portanto, é um grande negócio na Crimeia. 

Quando os níveis de água recuam no verão, muitas salinas rosadas são expostas, cobrindo dezenas de quilômetros quadrados na região. A cor rosa é o resultado de microalgas que se desenvolvem em condições salinas e produzem altos níveis de betacaroteno, um pigmento avermelhado que serve para proteger as algas da luz solar intensa na região. O sal é recolhido por comerciantes e exportado para a Rússia, União Europeia e para o Japão.
Imagens de satélite mostram a variedade de cores que as lagoas produzem devido à sua composição química variada. Você pode ver cores pêssego, mostarda, verde limão, azul, azul esverdeado, bege e marrom.


Leia mais em http://www.misteriosdomundo.org/os-incriveis-lagos-salinos-de-sivash#ixzz314CIXLk2

Transformae - Colégio Estadual Dona Guiomar Barreto Meira

Com arte e cultura, virada educacional movimenta escolas estaduais “Tomando Partido Pela Es...