terça-feira, 27 de janeiro de 2015

7 FENÔMENOS DA NATUREZA QUE POUCOS CONHECEM



Os fenômenos naturais são absolutamente impressionantes. Alguns são tão raros, que nem a ciência, com todo o avanço tecnológico, é capaz de identificar. Imagine que a natureza nos oferece a possibilidade de vermos várias pedras que se movem sozinhas ou formações geométricas geradas pelo esfriamento de lava:

7. As pedras que se movem
Até hoje ninguém conseguiu explicar por que, misteriosamente, pedras de centenas de quilos deslocam-se do seu ponto de origem pelo deserto de Death Valley. Alguns pesquisadores atribuem tal fenômeno aos fortes ventos e superfície gelada, mas esta teoria não explica, no entanto, porque as pedras se movem lado a lado, em ritmo e direções diferentes. Além disso, cálculos físicos não apóiam plenamente esta teoria.

6. Colunas de Basalto
Este fenômeno ocorre com o esfriamento de um fluxo de lava espessa, formando uma malha geométrica com notável regularidade. Um dos famosos exemplos é o Giant’s Causeway, na costa da Irlanda (fotos), embora a maior e mais conhecida seja Devil’s Tower, em Wyoming (USA).
5. Buracos azuis
Os buracos azuis são gigantescos abismos subaquáticos, que levam este nome pela tonalidade de azul que apresentam quando vistos do alto. Normalmente possuem centenas de metros de profundidade e têm ambiente desfavorável para a vida marinha, já que a circulação de água é ruim. Curiosamente, nas profundezas de alguns destes “buracos” foram encontrados restos fósseis excelentemente preservados.
4. Maré vermelha
O que é maré vermelha?
As Marés Vermelhas são formadas pelo súbito aumento do fluxo de algas de cor única, que podem converter uma parte da água em uma cor vermelha sangue. Embora fenômenos desta natureza sejam relativamente inofensivos, alguns podem causar a morte de peixes, aves e mamíferos marinhos. Em alguns casos, até mesmo os seres humanos poderão ser afetados, embora a exposição humana não seja conhecida como fatal.
3. Círculos de gelo
http://3.bp.blogspot.com/-1aDZdYxSl2g/T7F5PJqCcJI/AAAAAAAAFA8/ZKU5nVbWxaE/s1600/CG1.jpg
Enquanto muitos acreditem que estes círculos perfeitos sejam obra de alguma teoria da conspiração, os cientistas geralmente aceitam que eles são formados por turbilhões d’água que giram em um considerável pedaço de gelo, num perfeito movimento circular. Como resultado desta rotação, outros pedaços de gelo e objetos gerados pelo desgaste uniforme nas bordas do gelo vão lentamente formando um círculo.
2. Nuvens Mammatus
Aparentemente assustadoras, as nuvens Mammatus também são mensageiras de tempestades e outros eventos meteorológicos extremos. Normalmente compostas de gelo, elas podem se estender por centenas de quilômetros em vários sentidos e formações, permanecendo visíveis e estáticas entre 10 minutos e 1 hora. Embora pareçam portadoras de más notícias, elas são apenas mensageiras, aparecendo antes e/ou depois de uma grande mudança meteorológica.
1. Arco-Íris de fogo
Este raro fenômeno só ocorre quando há a participação do sol e das nuvens. Cristais dentro das nuvens refratam a luz em várias ondas do espectro, fazendo surgir cores entre as nuvens. Devido a raridade com que este evento acontece, existem poucas fotos.

Acidentes Geográficos

Acidentes geográficos são modificações no relevo terrestre, e podem ser classificados em duas categorias: acidentes geográficos naturais, como lagos, rios, montanhas, vales, serras, etc; e acidentes geográficos artificiais, como casas, cidades, pontes, etc.


Os acidentes geográficos na maioria das vezes são utilizados como ponto de referência para demarcar fronteiras, como os Montes Urais, acidente geográfico que delimita a fronteira entre a Ásia e a Europa; ou o obelisco em Foz do Iguaçu, um acidente geográfico artificial que determina  a fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai.

Vista dos montes Urais.
Os oceanos *       Área (km2)         Profundidade máx. (m)
Pacífico                179,7 milhões                  11.524
Atlântico106,1 milhões      9.220
Indico          74,9 milhões                        9.000
Os três mares mais extensos      Área (km2)        Profundidade máx. (m)
Mar da Arábia                                   3,68 milhões      5.800
Mar da China Meridional                3,45 milhões                    5.560
Mar do Caribe2,75 milhões                    7.680
Os três maiores rios               Localização **        Extensão (km)
AmazonasBrasil6.868
NiloEgito                          6.671
Xi-JiangChina5.800
Os três maiores desertos Localização                               Extensão em km2
SaaraNorte da África                               8,6 milhões
GobiMongólia e noroeste da China         1,3 milhão
KalahariSudoeste da África   930 mil
As maiores altitudes                    LocalizaçãoAltura (m)
EverestNepal/China8.848
K-2Paquistão/China8.611
KanchenjungaNepal/índia8.598
As três maiores quedas d’água   LocalizaçãoAltura(m)
Salto AngelVenezuela979
Tugela   África do Sul914
Utigard  Noruega800
Os três lagos mais extensos                    Localização                          Área (Km2) – Profundidade máx. (m)
Mar CáspioOeste da Ásia371 mil  – 1.025 
SuperiorEUA/Canadá   84 mil  –   406                
VictoriaUganda/Tanzânia/Quênia                   68 mil  –     73
As três maiores ilhas                              Área (km2)
Groenlândia2,18 milhões
Nova Guiné  785 mil
Bornéu  736 mil

 
* Alguns geógrafos consideram o oceano Glacial Ártico (com 14,09 milhões de km não como um oceano, mas como um mar formado pelo oceano Atlântico. A área do Atlântico mencionada nesta tabela inclui o Ártico.
** Principal país que o rio atravessa.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

15 Das construções “invisíveis” mais incríveis do mundo

Esqueça os prédios “normais” e comuns que você está acostumado a ver por aí. Hoje, nós vamos conhecer construções diferentes, a maioria espelhadas, que parecem até invisíveis.
Os arquitetos que projetaram esses prédios colocaram em prática ideias que acabaram dando certo e que, por suas aparências excêntricas, mas indubitavelmente interessantes, ficaram conhecidas no mundo inteiro. Veja abaixo 15 das construções “invisíveis” mais incríveis do mundo.

 1. Woodpile Studio – Holanda

predio-1
predio-1-2
predio-1-3

2. Estábulo invisível – Nova York

predio-2
predio-2-2

3. Juniper House – Suécia

predio-3
predio-3-2

4. Cadyville Sauna – Nova York

predio-4
predio-4-2
predio-4-3

5. Mirrorcube – Suécia

predio-5
predio-5-2

6. The Pinnacle – Nashville

predio-6

7. Subestação da concessionária – Holanda

predio-7
predio-7-2

8. Casa da Rachel Raymond  – Massachusetts

predio-8
predio-8-2

9. Lucid Stead – Parque Nacional Joshua Tree

predio-10
predio-10-2
predio-10-3

10. Aloni House – Grécia

predio-11
predio-11-2

11. A Casa Deserta – Califórnia

predio-12
predio-12-2
predio-12-3

12. Olhe – Escócia

predio-14
predio-14-2

13. The Dune House – Flórida

predio-15-2
predio-15-3
predio-16

14. O Pierre – Ilhas San Juan, Washington

predio-17
predio-17-2
predio-17-3

 15. Caverna Palace Ranch – Utah

predio-18
predio-18-2
predio-18-3
FONTE: http://www.tudointeressante.com.br

20 lugares abandonados espetaculares ao redor do mundo

Apocalipse, fim dos tempos, extinção do ser humano! Poderíamos imaginar mil roteiros de filmes sobre o fim do mundo, e os cenários que viriam a cabeça não seriam nada diferentes do que você está prestes a ver abaixo! Mas a verdade é que convivem conosco vários ambientes no mundo todo que foram simplesmente abandonados pelos humanos e viraram vazios da ação humana só com os resquícios da história, da cultura e de ruínas!
Mas ruínas dignas de um verdadeiro cenário cinematográfico. Fica até difícil imaginar que eles existem e que um dia foram habitatos e transformados pela ação do homem. Uma maldade com a natureza virgem que habitava o local, mas de inegável beleza! Imaginar que a vida pulsava nesses lugares, agora pulsa com a natureza tentando resgatar o tempo perdido.

Spree Park – Alemanha
gcom_lugares_abandonados_04
Ilha Hashima – Japão
gcom_lugares_abandonados_05
Hotel Salto del Tequendama – Colômbia
gcom_lugares_abandonados_06

Villa Epecuén – Argentina
gcom_lugares_abandonados_07
Mina de diamante Mirny na Rússia:
gcom_lugares_abandonados_01
Moinho abandonado – Itália
gcom_lugares_abandonados_02
Hotel Ryugyong – Coréia do Norte
gcom_lugares_abandonados_03
Flats – Taiwan
gcom_lugares_abandonados_08
Casa do Partido Comunista – Bulgária
gcom_lugares_abandonados_09
Aldeia medieval de Craco – Itália
gcom_lugares_abandonados_10
Parque As Viagens de Gulliver – Japão
gcom_lugares_abandonados_11
Depósito de trens – Polônia
gcom_lugares_abandonados_12
Dadipark – Bélgica
gcom_lugares_abandonados_13
Ilha Holland – Chesapeake Bay
gcom_lugares_abandonados_14
Cidade de Pripyat
gcom_lugares_abandonados_15
Castelo Miranda – Bélgica
gcom_lugares_abandonados_16
Kasteel van Mesen, também na Bélgica
gcom_lugares_abandonados_17
Nara Dreamland – Japão
gcom_lugares_abandonados_18
City Hall Subway – EUA
gcom_lugares_abandonados_19
Cristo do Abismo
gcom_lugares_abandonados_20

Música na escola: entenda a importância no processo de ensino-aprendizagem / Colégio Estadual Dona Guiomar Barreto Meira

Uma das formas de estimular o desenvolvimento de alunos no processo metodológico é por meio da introdução da música na escola. Isso p...