terça-feira, 26 de maio de 2015

Qual foi o maior terremoto já registrado no Brasil?

“No Brasil não há terremotos”, essa afirmação não é verdadeira. O Brasil tem terremotos, mas em pequena escala, ou seja são quase imperceptíveis. Existe exceções, claro, em alguns momentos os terremotos podem ser sentidos e raramente causam estragos.
De acordo com Geor Sand, professor do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), até março de 2011 somente dois terremotos passaram de 6 graus na escala Richter. O primeiro aconteceu em Porto dos Gaúchos (MT), com 6,2 graus e o segundo em Vitória (ES), com 6,1 – ambos aconteceram em 1955.
terremoto
Como ocorre um terremoto! (Foto: Reprodução)
Esses terremotos ocorrem por causa de falhas geológicas no territória brasileiro e na maioria das vezes elas se movem apenas alguns milímetros. Para você ter uma ideia, os terremotos que ocorrem no Brasil ficam entre 3 á 4 graus na escala Richter, isso apenas causa um susto nas pessoas.
O professor afirma que os estados do Ceará e do Rio Grande do Norte são os que mais ocorrem esses “mini-terremotos”. Pode ficar tranquilo, os terremotos mais fortes já registrados que citamos aqui, apenas causaram susto nas pessoas e felizmente ninguém morreu.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

O lago que “entra pelo ralo”

Nas montanhas de Oregon, existe um lago raso que desaparece uma vez por ano, mais precisamente durante o verão. Ele “entra pelo ralo”, já que a causa de seu desaparecimento é graças a um tubo de lava.
Essa característica se forma quando um fluxo de lava esfria e endurece no cume de um vulcão – enquanto abaixo da superfície ela continua a fluir. Então, o túnel que é deixado para trás abre um buraco através da erosão.
Esses pequenos rios podem percorrer vários quilômetros abaixo da superfície, e dois deles podem estar drenando esse lago. “Ele se enche no inverno, pois nesse período a entrada de água é superior à taxa de drenagem”, disse o porta-voz da floresta nacional de Willamette.
Esse lago foi formado há cerca de 3.000 anos atrás, quando a lava vulcânica bloqueou um rio que existia anteriormente no local. Os pesquisadores acreditam que a água que flui para baixo se infiltra no subsolo e forma um aquífero.

Transformae - Colégio Estadual Dona Guiomar Barreto Meira

Com arte e cultura, virada educacional movimenta escolas estaduais “Tomando Partido Pela Es...