quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

10 monstros do passado que você vai agradecer por estarem extintos

Os tempos pré-históricos continham alguns dos maiores e mais terríveis predadores que já vaguearam pela Terra. Apesar dos estilos diferentes de caça, cada um desses predadores compartilhavam uma característica comum: eles reinavam como um dos melhores caçadores de seu tempo.
Gorgonopsia
Esta criatura ganhou alguma popularidade recentemente graças a uma série britânica chamada “Primeval”, onde foi o primeiro monstro a aparecer. Embora na vida real esses monstros fossem um pouco menores do que na versão para a TV, eles podiam atingir até 6 metros de comprimento, e eram os predadores dominantes durante o período Permiano, antes dos dinossauros e seus parentes assumirem. Esses animais tinham um conjunto de mortais dentes-de-sabre que eram úteis para caçar alguns dos maiores herbívoros da época.
Ave do terror, ou Phorusrhacidae
Foram os maiores predadores na América do Sul e partes da América do Norte durante os períodos Mioceno, Plioceno e Pleistoceno, antes que fossem substituídos por grandes felinos e outros mamíferos carnívoros. Esses animais eram incapazes de voar, mas podiam correr muito rápido (tão rápido como um leopardo, de acordo com alguns cientistas) E eram muito grandes; a maior espécie podia atingir até 3 metros de altura e pesar até meia tonelada. Sua arma principal era a sua cabeça, que podia ter até 1 metro de comprimento, o que lhes permitia engolir presas tão grandes como um cão de grande porte de uma vez! No entanto, essas aves podiam matar e devorar presas muito maiores do que um cão, incluindo cavalos, camelos, etc.
Madtsoia
A madtsoia seria o pior pesadelo de qualquer pessoa com fobia de cobras. Apesar de apenas restos fragmentários serem conhecidos, afirma-se que esse monstro atingia 15-20 metros de comprimento! Esta criatura surgiu no período Cretáceo e, possivelmente, jantava dinossauros. Era semelhante a jibóias e pítons de hoje, que não são venenosas, mas apertam suas vítimas até a morte usando sua força muscular imensa. A madtsoia era um predador tão bem sucedido que conseguiu sobreviver à extinção que dizimou os dinossauros e outros animais, mas finalmente foi extinta cerca de 45 milhões de anos atrás.
Purussaurus
O purussaurus era um jacaré gigantesco que viveu no que é hoje conhecido como a Floresta Amazônica. 8 milhões de anos atrás, a região era na verdade um grande mar onde vivia crocodilos, gharials, baleias de água doce, roedores gigantes e enormes tartarugas. O purussaurus era o maior predador desse mar, e com razão; com 12-15 metros de comprimento, talvez mais, era um dos maiores crocodilianos que já viveu no planeta.
Entelodontes
Embora alguns porcos e javalis  hoje sejam conhecidos por comer carne de vez em quando, eles são basicamente vegetarianos. Por outro lado, o Entelodonte, um porco pré-histórico, era um carnívoro em tempo integral e, possivelmente, um dos mais monstruosos mamíferos que já existiu. De pé sobre as quatro patas, esta besta era tão alta quanto um homem, e tinha uma imensa cabeça armada com mandíbulas poderosas e dentes afiados. As suas marcas de mordida sugerem que ele lutava ferozmente com sua própria espécie, e é mesmo possível que os Entelodontes fossem canibais. Entelodons eram animais muito bem sucedidos, existentes por cerca de 9 milhões de anos.
Azhdarchid
O Azhdarchids era uma espécie de pterossauro (mais popularmente conhecido como pterodáctilo) que incluía as maiores criaturas voadoras. Alguns deles tinham uma envergadura de 12 a 15 metros, tornando-os tão grandes quanto um pequeno avião. Mas o que tornava os Azhdarchids realmente estranhos eram as suas proporções corporais; eles tinham pernas, pescoços e bicos ridiculamente longos. Os cientistas acreditam que eles não caçavam no ar, mas em vez disso matavam qualquer animal  que podiam engolir em terra.
Pulmonoscorpius
Esta é de longe a mais pequena criatura da lista, mas ainda assim causaria histeria, e talvez até mesmo alguns ataques cardíacos, se existisse hoje. Era muito semelhante aos escorpiões modernos, mas podiam atingir até um metro de comprimento, talvez mais, e estava armado com garras afiadas e um ferrão venenoso. Claro, nós não sabemos o quão tóxico seu veneno era, mas é provável que fosse mortal.
Xenosmilus
Possivelmente o mais terrível felino que já existiu. Os restos desse animal foram encontrados recentemente na Flórida junto com os restos de muitos queixadas gigantes (semelhantes a porcos selvagens) que eram presas dele. Em vez de estrangular a presa ou quebrar seu pescoço como leões fazem, os xenosmilus agiam mais como um tubarão ou um dinossauro carnívoro, mordendo um pedaço enorme de carne e causando uma perda maciça de sangue e choque em questão de segundos. Desde que nós não sabemos exatamente quando os xenosmilus foram extintos, não podemos dizer se os seres humanos já se encontraram ou foram presas desse felino.
Megalodon
Este é um monstro pré-histórico bastante conhecido, mas é tão grande e assustador que merece estar nesta lista. O megalodon era um tubarão gigante, intimamente relacionado aos grandes tubarões brancos de hoje. Podia atingir até 20 metros de comprimento e pesar até 60 toneladas, sendo quase 6 vezes maior do que o Tyrannosaurus rex! Obviamente, a única coisa no mar grande o suficiente para alimentar o Megalodon eram as baleias, principal presa deles. Embora muitas pessoas gostem de imaginar encontros entre o Megalodon e o T-Rex, ou répteis marinhos semelhantes aos dinossauros, a verdade é que o Megalodon apareceu muito depois da extinção de tais criaturas, e não foi visto vivo por seres humanos, embora ainda estivesse perambulando pelas oceanos quando nossos parentes australopitecíneos deram seus primeiros passos na selva.
Espinossauro
Os restos deste enorme predador foram encontrados no Egito em 1915. No entanto, os fósseis foram, infelizmente, destruídos em um bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial, o que dificultou muitos estudos posteriores. Recentemente, no entanto, novos fósseis foram encontrados, e o espinossauro foi finalmente declarado o maior dinossauro carnívoro de todos os tempos. Esta besta podia atingir até 17 ou 18 metros de comprimento e pesar até 10 toneladas. Seu focinho semelhante ao de crocodilo sugere que passava um longo tempo na água e, possivelmente, comia não só peixes, mas também crocodilos, tartarugas gigantes, e qualquer dinossauro azarado que cruzasse seu caminho. Apesar de o T-Rex provavelmente ser o monstro pré-histórico mais popular de todos os tempos, o Espinossauro continua sendo o maior predador que já andou pela Terra… que conhecemos. 

Música na escola: entenda a importância no processo de ensino-aprendizagem / Colégio Estadual Dona Guiomar Barreto Meira

Uma das formas de estimular o desenvolvimento de alunos no processo metodológico é por meio da introdução da música na escola. Isso p...